segunda-feira, dezembro 31, 2007

Um segredo...


Deixem-me partilhar um pedacinho de mim. Se não existisse este senhor o Duende não seria tão feliz. Se não conhecesse esta música as palavras não teriam nascido da mesma forma. Com versos emprestados, levou-me a uma magia que ainda hoje me arrepia. Queria ter mais tempo para a ela voltar. Para continuar a fugir dos demónios pela música e pela escrita. Mas o novo ano está a chegar…

Feliz 2008!!






segunda-feira, dezembro 17, 2007

Está presa ao chão...

Há dias cheguei à mais óbvia e inútil das conclusões. A minha avózinha não consegue saltar! Não lhe perguntei, nem sequer tenho coragem de lhe pedir que tente. Mas tenho a certeza que, mesmo que se esforçasse, não conseguiria saltar. Nem por um breve instante, seria capaz de se afastar do solo. Felizmente que nunca se deve ter dado conta disso. Provavelmente não salta há quarenta ou cinquenta anos. Melhor assim. Deve ser muito triste chegar a essa conclusão. Imaginem que um dia querem saltar e não podem. Que estão presos ao chão para sempre, incapazes de um voo improvisado… Será inquietante.